quinta-feira, 10 de março de 2011

Te encontrar!...

Eu não pensava que existiria em algum lugar desse mundo
Um homem como você, muitas pessoas diziam que iria encontrar
Mais minha esperança era desacreditar que pudesse te ter
E meu coração não sabia outra palavra que não fosse sofrer

Lutava contra mim, relutava com meus sentimentos todos
Debatia com minha razão, fazia pouco caso da minha paixão
Eu não entendia o que realmente era amor,
O que eu poderia sentir quando encontrasse a minha emoção

Desde o instante em que tuas palavras encontraram as minhas
Fiquei a te observar, será verdade tanta beleza assim existir
Tanta doçura, tanta sinceridade, tanta confiança e lealdade
Me concedi a certeza de estar ao teu lado, de te olhar

Você tem tudo que eu sempre sonhei, tudo que eu pedi a Deus
Compôs em minha vida a música dos meus melhores dias
E me entregou ao mundo da paz, de viver a dois com sabor
Você tornou-se meu único e encantador poema de amor

3 comentários:

Blue disse...

E que belo poema de amor!

Parabéns.

Beijo

Carlos Almo disse...

Um coração sensível,
em um mundo rude, áspero.
Ilumina o coração de outros,
com seu jeito singular,
e único,
de amar.

Manuel Luis disse...

Sozinhos não somos nem compreendemos nada. O ser humano foi feito para compartilhar e sentir que ali esta mais alguém, depois é só colaborar com o que sente e fazer o melhor todos os dias.
É fácil fazer alguém feliz.

Postar um comentário