sábado, 12 de março de 2011

Que tristeza me dá!...

Que tristeza me dá
Quando vejo crianças
Se alimentando das sobras
Dos lixos,
Da esperança que não há

Que tristeza me dá
Das crianças que disputam
O saco fechado fétido
Na esperança de encontrar algo bom lá

Que tristeza me dá
Das crianças que dividem
Juntamente com ratos e baratas
O alimento que faltará

Que tristeza me dá
Das crianças que suplicam
Por ajuda, com olhares tremulos
E roupas sujas
E que algumas dessas
Pequenas vidas
Não verá o dia raiar
QUE TRISTEZA ME DÁ

3 comentários:

Blue disse...

Triste, muito triste esta realidade.
Mundo cruel, muito cruel!

Beijo

Sonia Schmorantz disse...

É muito triste crescer na miséria, pior que é miséria de tudo: alimentação, amor, educação...
beijos menina, boa semana

Manuel Luis disse...

Que tristeza me da quando menos se faz.
Fabricam-se milhares de toneladas de alimentos para cães e gatos e consegue-se deixar uma criança morrer a fome! Não quero falar mais nisto porque ia levantar algum problema.
Dói muito!
Um abraço e votos de uma excelente saúde

Postar um comentário